get_header();?>

Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura

 

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

 

Sérgio Rodrigo Lebre Ferreira

Natural de Teresina-Piauí, Sérgio Lebre tem 36 anos, é formado em Arquitetura e Urbanismo e Administração de Empresas. É especialista em Gestão na Construção Civil e Mestre em Economia do Setor Público. Atua como projetista, é professor da Uninovafapi e coordenador do curso Arquitetura e Urbanismo, do Centro Universitário Santo Agostinho.

Quando descobriu o seu dom pela Arquitetura?
Descobri quando comecei a desenhar e entender o espaço conseguindo materializar o mesmo no seu âmbito tridimensional e bidimensional. Aconteceu naturalmente dentro do período escolar, nas aulas de matemática, geometria e física. Isso me fez perceber que eu tinha facilidade e aptidão para a área. O que nós chamamos hoje em dia de visão espacial.

E o seu interesse pela área, quando surgiu?
Sempre gostei de arquitetura, desde a infância minhas brincadeiras e brinquedos preferidos eram os que estimulavam a criatividade e solução de quebra cabeças. Na adolescência e idade adulta a admiração pela arte cresceu ainda mais, a partir de visitas a diferentes lugares e renomados espaços arquitetônicos. Aos poucos, e cada vez mais, minha identificação com a área foi me implicando em escolhas mais seguras e precisas.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Quanto tempo trabalha no segmento?
Embora eu seja formado há 11 anos, iniciei meu trabalho enquanto estagiário em escritórios particulares. Ainda estudante do curso de arquitetura tive a oportunidade de crescer com meus erros e acertos. Os estágios eram vislumbrados como oportunidade de crescimento pessoal e profissional. Esse primeiro percurso foi muito importante para meu fortalecimento enquanto arquiteto, pois logo entrei para o mercado de trabalho mais seguro para os imprevistos e obstáculos que a vida me apresentou. Hoje tenho 11 anos como projetista, e há cinco anos atuo na área do ensino superior contribuindo para o aprendizado dos novos arquitetos.

Em que se identifica? O que mais gosta de fazer?
Gosto de ser projetista. Para mim cada projeto novo é um desafio e uma diversão. Eu me divirto com o que eu faço. Isso é muito gratificante.

Nos conte uma experiência profissional marcante em sua carreira.
Cada projeto é marcante, cada projeto nos traz uma nova família e uma nova amizade. Mas a mais marcante, sem dúvidas, foi nosso primeiro cliente. Tínhamos acabado de nos formar e sentíamos o peso da responsabilidade em nossas costas. E esse cliente com toda sua paciência e acreditando nos profissionais que contratou, nos mostrou que, um bom cliente não necessariamente deve ser o cliente mais rico, o bom cliente é aquele que confia no seu arquiteto.

Qual foi o seu maior desafio?
Meu maior desafio foi poder fazer o curso que sempre sonhei. No tempo a Arquitetura tinha um mercado muito restrito, e eu venho de uma família onde não tem ninguém que trabalha na área. Meus pais não queriam que eu fizesse o curso. Mas como tinha plena consciência do que queria, continuei a seguir o meu sonho e sou muito feliz com minha escolha.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Quais são os ambientes que costuma trabalhar?
Gosto sempre de pegar projetos diferentes, já pegamos diversos tipos. De hotel a motel, de monumentos da paz a monumentos mortuários, de residências unifamiliares a residências multifamiliares e estudantis, restaurantes, lojas, delegacias, complexos penitenciários e etc.

Tem algum trabalho que considere mais importante?
Não existe para mim uma escala de importância entre os projetos. Todos são um novo desafio, todos fazemos uma nova família e todos nos dão satisfação em fazê-lo.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Como é desenvolver esse trabalho no estado do Piauí?
Nosso Estado está em processo de construção e desenvolvimento. Nada me deixa mais satisfeito do que a ideia de fazer parte dessa história.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo
Laerte Reis Leal

Natural de Teresina-Piauí, Laerte tem 34 anos. É formado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Piauí, é Especialista em Gestão de Projeto e Obra na Construção Civil, Construtor e Projetista. O profissional trabalha há 10 anos com gerenciamento de obras.

Quando descobriu a paixão pela Arquitetura?
Sempre gostei da área da criatividade. Nada que seja muito lógico apesar de gostar muito dos números, mas eu tinha duas áreas a seguir. A Engenharia que eu admiro e gosto muito de estar dentro da obra, gerenciando, acompanhando as etapas da construção, e a área de criação, que seria a Arquitetura.
Descobri que as duas ciências andam juntas e abraçadas, a Arquitetura e Engenharia são as minhas duas paixões.

E o interesse, quando despertou?
Quando eu era criança gostava muito de desenhar. Eram personagens de desenhos, casas, carros, acho que esse lado criativo vem desde cedo. No momento da escolha do curso não tive dúvidas, a Arquitetura foi a primeira opção, e graças a Deus sou uma pessoa realizada profissionalmente, trabalho com o que me dá prazer.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Quanto tempo trabalha no segmento?
Trabalho há 11 anos na área. Mesmo antes de me formar trabalhei com a Rmelo Construtora Ltda., elaborando projetos, além disso passei pelos estágios da vida que vieram para complementar a graduação. Eu sempre digo que a maior formação de um profissional é a vida, são as dificuldades que iremos encontrar no dia a dia.

Estagiei ainda, com o arquiteto Gualberto Junior, com arquiteto Sanderlad Ribeiro, no Grupo Claudino, e em algumas empresas, onde pude aprender muito.

Passada a minha formação passei a gerenciar obras, a compatibilizar e detalhar projetos, fazer orçamentos, fazer planilhas de medições, detalhamento de materiais para a compra, a própria compra de materiais, enfim, tudo relacionado, desde a elaboração do projeto até a entrega do produto final, que seria a obra concluída.

Qual a sua linha?
Gosto de projetar e gerenciar obras. Tudo na Arquitetura é muito prazeroso, tudo leva a um resultado que nos faz vibrar com a entrega do produto final, a maior recompensa é o sorriso e satisfação do cliente.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Relate um momento profissional marcante.
É complicado mensurar e descrever uma experiência marcante. Eu acredito que o próximo projeto tem que ser sempre o melhor. Isso é o que nos move, é o que faz com que a gente se atualize e possa oferecer ao cliente o que temos de mais especial.

Fale um pouco sobre o que acha da sua área.
Arquitetura e Urbanismo são artes diariamente ligadas a nossa vida. Desde o momento em que acordamos, até a hora em que fazemos o caminho de volta do trabalho, elas nos cercam por todos os lados. A Arquitetura é um tipo de comunicação visual marcante, podendo expressar um espaço religioso, um espaço de festa, um tipo de comércio. Ela pode ser identidade de uma cidade com pontes, edifícios, monumentos, enfim, a Arquitetura é uma linguagem que expressa todos os sentimentos.

A maior satisfação para um arquiteto, ao meu pensar, é a alegria do cliente em receber o produto final, da forma que ele pensou. Acredito que, quem faz o projeto, quem idealiza e quem sonha é o cliente, e nós, como profissionais da Arquitetura iremos transpor esses sonhos para um meio material.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Para onde indica o seu trabalho?
Escolher um público alvo é difícil. A cada dia aparece um novo desafio, e temos que resolver, estudar, pesquisar e defender as nossas propostas, apresentando o melhor para nossos clientes. Todo e qualquer trabalho na Arquitetura nos traz a vontade de acertar, independente da área.

Lembra do seu maior desafio na profissão?

O maior desafio foi gerenciar obras, visto que para muita gente, o Arquiteto projeta e o Engenheiro constrói. Lógico que todos temos limitações profissionais, existe uma postura ética a ser seguida e muitas responsabilidades, mas podemos sim gerenciar obras. Fico feliz com a evolução da obra, gosto de ver o resultado final de um determinado material, gosto de acompanhar a concretagem de uma estrutura, uma montagem de uma estrutura metálica, enfim, a construção civil é algo que me fascina.

De qual trabalho você mais gostou?
O próximo trabalho sempre será o mais importante, no final das contas a gente gosta é da satisfação do cliente.

%name Sérgio Lebre e Laerte Leal contam suas histórias e falam da paixão pela Arquitetura fotografo

Como você analisa o trabalho no estado do Piauí?
Nosso Estado está em processo de construção e desenvolvimento. Nada me deixa mais satisfeito do que a ideia de fazer parte disso.

Sérgio Lebre e Laerte Leal Arquitetura

Os arquitetos são parceiros desde que se formaram, há 11 anos. Ambos trabalham com desenvolvimento, criação, acompanhamento da obra e visita a fornecedores.

Possuem um ótimo público em condomínios residenciais, pontos comerciais, restaurantes e casas de shows. Já contribuíram com vários projetos para o Estado, como: escolas, centros de recuperação e complexos da Segurança. Também realizaram projetos para Procuradoria Regional do Trabalho e Universidade Federal do Piauí.

 

*Todas as imagens que ilustram a publicação são de projetos dos profissionais citados.

Deixe um Comentário





Logo SEOX - Sites para Fotógrafos